Siga
  • Curta nossa página no Facebook
  • Nos envie um Twitter
  • Veja-nos no Instagram
  • Silvio Messias

De todas as especialidades do mundo, a melhor.


A humanidade é construída de peculiaridades!

Assim, é necessário que se haja uma especialização para quase tudo. Cria-se singularidades para que as coisas funcionem em perfeição. Por isso, muitas vezes, para que as engrenagens do mundo não parem e a magia aconteça, é fundamental que o treino se inicie desde cedo, o quanto antes, melhor. Afinal, um talento demora anos para ser forjado em detalhes.

Ao longo de nossas visitas, temos oportunidades exclusivas de conhecer algumas destas aptidões, por muitas vezes inatas. Foi o caso de quando nossos palhaços descobriram Valentina.

Para um olhar descuidado, o engano! Há quem possa pensar que ela é apenas uma criança de 4 anos de idade. Porém, apesar de jovem, já é a melhor especialista em imitar animais que nossos palhaços uma vez conheceram.

Neste momento, muitos irão dizer:

- Ah! Imitar animais é tão simples, não requer habilidade alguma!

Ou então:

- Me dê uns minutinhos que eu faço isto tão bem quanto ela!

Um descuido! Tamanho engodo de quem não percebe a complexidade desta arte. Pois, depois de muito insistir ela deu uma pequena aula para a Bafi e pro Quincas. Vamos a isto!

Tentarei aqui mostrar um pouco deste ofício. E desde já peço desculpa aos especialistas porque creio, não conseguirei transmitir em tão poucas linhas a essência de tal conhecimento.

Em primeiro lugar, o cavalo!

Para se fazer um bom cavalo não basta relinchar! Aposto que mesmo os próprios cavalos desconhecem esta verdade: um bom relincho nasce de uma boa gargalhada!

Isto mesmo. Porém, não é uma gargalhada qualquer. Trata-se de um riso que brota no fundo da alma e deve ser expelido em um único jato ao mesmo tempo que se faz o som da letra U. Atenção, o jato deverá fazer cócegas por toda garganta ao ponto de fazer a cabeça pender para trás.

Experimente, respire profundamente. Conte até três e num riso histérico gargalhe com a cabeça jogada para trás e ao mesmo tempo fale a vogal esperada. Aposto que irá deixar qualquer cavalo morrendo de inveja.

Vamos tentar? Respire! Um, dois, três:

- Uuuuuuuu... Ah! Ah! Ah! Ah!

Conseguiu? Se sentiu como um pequeno equino? Parabéns.

Além do cavalo, a pequena Valentina também é especialista em outros animais. Seu repertório se estende desde os pequenos e grandes voadores até os animais mais rastejantes. Aliás, entre estes últimos, a cobra é outra de sua especialidade.

Para se fazer uma cobra na perfeição, nos disse que é necessário um preparo bocal intenso. Isto mesmo! É fundamental o treino da boca para se fazer um pequeno tubo com ela, um biquinho com lábios para que possa passar a língua de forma bem suave. O importante aqui é que este canal seja pequeno suficiente para que a língua fique muito fininha. Afinal, são nestes detalhes que os profissionais se sobressaem dos amadores.

- Com a inimitável Bafi (Fabiana Cardoso) e o habilidoso Quincas (Antônio Jorge Dantas) no Centro de Hemodiálise do Hospital São Paulo.

#Hemodiálise #Bafi #HospitalSãoPaulo #Quincas

82 visualizações
Contato Olhar do Palhaço

WhatsApp

+55 (11) 97630-3872 (Brasil)

+351 96 840-5997 (Portugal)

Nos envie um e-mail

Siga-nos

 

  • Curta nossa página no Facebook
  • Nos envie um Twitter
Olhar do Palhaço